Artigos

Segurança de outsourcing: como garanti-la?

O aumento de outsourcing é constante e necessário aos diversos setores de negócios, apesar do receio das companhias de terem suas informações divulgadas no mercado ou perdidas, por isso esperam o máximo de eficiência e segurança na realização dos processos.

De todos segmentos que utilizam outsourcing há duas áreas que se destacam com maior demanda: segurança e TI, seja pela complexidade de suas atividades ou pelo alto custo para ser realizado internamente. Mas é crescente a procura por outsourcing da folha de pagamento ou até mesmo de todo ERP, responsável pelo backoficce de muitas empresas com matrizes nos Estados Unidos e na Europa.

A procura por mecanismos capazes de garantir a segurança é incansável. O SLA – Service Level Agreement, por exemplo, é um modelo de contrato usado pelo mercado, mas que não garante total segurança das informações. Por isso, a confiabilidade deve ser baseada na excelência do treinamento da equipe, nas parceiras que possuam um histórico positivo na prestação de serviços de outsourcing. Além de uma visita ao datacenter, onde toda a infra-estrutura disponibilizada para a prestação do serviço deverá ser bem analisada.
Segurança não é um assunto estático que possa ser implementado e depois ignorado. As ameaças evoluem e por isso as empresas de outsourcing precisam investir em recursos, softwares e processos de segurança que possam reagir e proteger o negócio de seus clientes, acompanhando a evolução dos riscos.

Atualmente, muitas companhias preocupam-se exageradamente com as punições em caso de erros, em detrimento do know how do fornecedor. Conseqüentemente cresce o número de falhas na prestação de serviço, resultando em uma série de problemas como: providenciar o ressarcimento pelos danos, refazer o sistema, contratar nova equipe de terceirização, entre outros.

Uma empresa de outsourcing deve transmitir segurança em seus serviços não com acordos punitivos, mas sim por meio de profissionalismo, ética, equipe altamente treinada, transparência e comprometimento. Só assim será possível solidificar a confiança das companhias.

« Voltar